Qual o melhor analgésico para enxaqueca?As enxaquecas são dores de cabeça graves e debilitantes, que geralmente se caracteriza por um intenso pulso na zona da cabeça.

A sentir dores de cabeça, uma pessoa também pode experimentar os sintomas desagradáveis, como a sensibilidade à luz, o som e o cheiro, alterações da visão, e até mesmo sentir as náuseas ou vómitos.

Qual o melhor analgésico para enxaqueca?Atualmente, não existe cura para a enxaqueca, dor de cabeça, apesar dos tratamentos disponíveis para ajudar a aliviar os sintomas da doença.

A enxaqueca é uma dor de cabeça forte e que pode afetar a vida cotidiana de quem sofre, com a crise da lista.

Pensando nisso, vamos enumerar uma lista dos melhores remédios caseiros para a enxaqueca de uso mais freqüente, além de que alguns dos suplementos que podem ser usados para aliviar a situação.

A enxaqueca.  Qual o melhor analgésico para enxaqueca?

A enxaqueca têm sido tratados com este medicamento. Existem dois tipos de medicamentos para a enxaqueca:

O tratamento agudo, no que se submetem ao tratamento da dor e de outros sintomas durante um ataque de enxaqueca;

O tratamento preventivo para reduzir a frequência e severidade das enxaquecas.
Pode levar algum tempo para descobrir qual é o melhor tratamento para você. É possível que seja necessário testar diferentes marcas de fábrica ou de combinações de medicamentos antes de encontrar os melhores resultados.

Se você sente que não pode lidar com sua existência com outros medicamentos que se podem comprar sem receita médica, o médico de clínica geral, pode-se receitar algo mais forte.

Muitos dos melhores remédios caseiros para a enxaqueca, também podem ter efeitos secundários. Outras Alternativas mais naturais, como por exemplo algumas das vitaminas, minerais ou outros suplementos que também podem influenciar na freqüência ou severidade da enxaqueca dor de cabeça.

Os sintomas
As enxaquecas podem incluir qualquer combinação dos seguintes sintomas:

A dor em um lado da cabeça.
Uma sensação latejante na cabeça.
A sensibilidade à luz ou a sons,
Visão turva, alterações visuais, o que se conhece como o “aura”;

Enjoo;
O vômito.
As Causas
Ainda não está clara a causa da enxaqueca, dor de cabeça, mas é mais provável que seja a contribuição dos fatores genéticos, além dos fatores ambientais, como a dieta, alterações hormonais, uso de álcool e estresse. Em alguns casos, a dor pode ser um sintoma de um tumor no cérebro.

O tratamento de
Tomar um medicamento para o tratamento agudo da enxaqueca e muitas vezes por mês, às vezes pode causar efeitos secundários indesejados, como outros tipos de dores de cabeça que faz com que o uso excessivo de medicamentos. Neste caso, o recomendável é que a pessoa vá ao médico e fala sobre um tratamento preventivo.

 

Neste tratamento, os medicamentos que são prescritos para parar um ataque de enxaqueca, também conhecido como aborto médico, que pode ser de medicamentos com ou sem prescrição. Se você tomar o medicamento, no primeiro sinal de um ataque de enxaqueca, é possível que a dor de cabeça não pare de imediato.

O tratamento preventivo

O tratamento preventivo é a maneira indicada de medicamentos para prevenir as enxaquecas os chamados medicamentos preventivos. Neste caso, você receberá um certificado médico e tomar os medicamentos todos os dias, ou de acordo com as indicações de um médico.

Qual o melhor analgésico para enxaqueca? Encontrar a combinação adequada dos  medicamentos que você pode tomar algum tempo. Por isso, trabalha em estreita colaboração com o seu médico, para tratar dos medicamentos e as doses dos diferentes até dar no momento do tratamento.

Na maioria dos casos, o médico será o primeiro caso de prescrever um medicamento que possa causar o menor efeito. Além disso, os medicamentos podem ser prescritos, com base no tipo de enxaqueca.

Home remédios para enxaqueca mais utilizados
Os Medicamentos para o tratamento agudo e de
Estes medicamentos são tomados ao início dos sintomas da enxaqueca, ou para aliviar a dor de cabeça, ou a redução do seu nível de gravidade.

Qual o melhor analgésico para enxaqueca? A maioria dos médicos recomenda que se tente estes medicamentos, em primeiro lugar, porque eles podem ter menos efeitos colaterais que os medicamentos preventivos.

– Comprimidos para a dor

Alguns dos analgésicos de venda livre, que são utilizados para a enxaqueca, mas muitos deles só estão disponíveis uma vez que são prescritos. Além disso, o paracetamol, um analgésico que só se alivia a dor, não há medicamentos anti-inflamatórios não esteróides (Aine), que aliviam a dor e reduzir a inflamação, como por exemplo:

A Aspirina;
O Diclofenaco (Cataflam);
O Ibuprofeno (Advil, Motrin);
Ketorolac (Toradol);
O Naproxeno (Aleve).

Muitos medicamentos de venda livre, que são comercializados especificamente para a enxaqueca ou dor de cabeça e, em geral, combinam um ou mais medicamentos do que o anterior, com uma pequena quantidade de cafeína, o que pode fazer com que funcione de forma mais rápida e eficaz, sobre tudo para que isso não se repetem e são mais leves.

Os possíveis efeitos colaterais do uso PROLONGADO de AINEs são:

O risco de um ataque cardíaco;
O acidente vascular encefálico;
O dano aos rins;
Úlceras de estômago.
– Ergotaminas

As ergotaminas foi a primeira da classe, dos melhores remédios caseiros para a enxaqueca utilizada especificamente para o tratamento. Eles fazem com que os vasos sanguíneos ao redor do cérebro que se contraiam, a fim de aliviar a enxaqueca e em questão de minutos.

Estes estão disponíveis em várias formas, como as pílulas, comprimidos que se dissolvem na língua, a pulverização nasal, supositórios e se foram.

Geralmente, tomam-se os primeiros sintomas da enxaqueca, e alguns têm a opção de tomar uma dose extra de cada um dos 30 minutos, a dor de cabeça e seguir. Algumas das ergotaminas são:

Dihidroergotamina (DHE-45, Migranal);
A Ergotamina (Ergomar);
A Ergotamina é combinado com a cafeína (Cafatine, Cafergot, Cafetrate, Ercaf, Migergot, Wigraine);
A Metisergida (Sansert) metilergonovina (Methergine).
Quanto aos efeitos secundários perigosos as ergotaminas são:

Em casos de defeitos de nascimento e problemas do coração;
Toxicidade em doses elevadas;
Interação com outros medicamentos, como os anti-fungal medicamentos e antibióticos.
Se a paciente estiver grávida ou em período de amamentação, ou de ter uma doença do coração, não se deve tomar em ergotaminas.

– Triptanos

Triptanos são um tipo mais recente de medicamentos para a enxaqueca, que aumenta os níveis de serotonina no cérebro, o que reduz a inflamação e a contrair os vasos sanguíneos, o que faz com que a enxaqueca desapareceu.

Triptanos, estão disponíveis na forma de comprimidos, pulverização nasal, as injeções e os comprimidos que se dissolvem-se debaixo a língua, e os que trabalham com rapidez para parar o ataque de enxaqueca. Alguns dos triptanos são:

Depressão (Axert);
Eletriptan (Relpax);
Frovatriptan (Frova);
Naratriptan (Amerge);

Rizatriptano (Maxalt, Maxalt-MLT);
O Sumatriptano (Imitrex);
O sumatriptano e o naproxeno (Treximet);
O Zolmitriptano (Zomig).
Os possíveis efeitos colaterais dos triptanos são:

Essa sensação de formigueiro ou dormência nos dedos dos pés.
Sonolência.
Os tonturas;
Enjoo;

Aperto ou desconforto no peito ou na garganta.
As pessoas com problemas do coração ou dos que se encontram em situação de risco de acidente vascular cerebral devem evitar o uso de triptanos.

Também podem causar a síndrome de la serotonina, que pode ser mortal, se tomado junto com outros medicamentos que aumentam a serotonina, como os antidepressivos, por exemplo).

– Os Medicamentos Antináusea

Estes medicamentos reduzem as náuseas e os vómitos que podem acompanhar a enxaqueca dor de cabeça severa. Geralmente, são usados em conjunto com um calmante para a dor, já que não reduzem a dor. Estes são:

Dimenidrinato (Gravol);
A Metoclopramida (Reglan);
Proclorperazina (Compazine);
O Promethazine (Phenergan);
Trimetobenzamida (Tigan).
Todos estes medicamentos podem causar sonolência e deixá-lo em menos de alerta ou de maré.

– Os opióides

Se a dor da enxaqueca que não responde a outros analgésicos e que não se pode fazer ergotaminas, ou triptanos, o seu médico pode prescrever opióides, a classe dos analgésicos mais potentes. Muitas das drogas da enxaqueca é uma combinação de opióides e analgésicos. Alguns dos opióides são:

A Codeína;
Meperidina (Demerol);
A Morfina;
A Oxicodona (OxyContin).
No entanto, os opióides têm um risco grave para a dependência, e que só deve ser prescrito em casos muito necessários.

Os Medicamentos para o tratamento preventivo de
Se você se sente com isso, com frequência, o seu médico pode prescrever um medicamento preventivo para a redução da equência, bem como a intensidade da dor.

Estes medicamentos são tomados com regularidade, normalmente, todos os dias, e que podem ser prescritos isoladamente, ou em combinação com outros medicamentos. Pode levar várias semanas ou mesmo meses antes que comecem a surtir efeito.

Geralmente, os medicamentos preventivos podem solicitar, se você estiver usando medicamentos para o tratamento agudo e de novo para parar a enxaqueca, mais de duas vezes por semana, se a sua enxaqueca é muito debilitante, que o impede de realizar suas atividades cotidianas.

Qual o melhor analgésico para enxaqueca?

– Beta-bloqueadores

Comumente prescritos para a pressão arterial alta, os beta-bloqueadores reduzem os efeitos dos hormônios do estresse sobre o coração e os vasos sanguíneos, o que pode reduzir tanto a frequência quanto a intensidade de enxaquecas. Alguns dos tipos comerciais de medicamentos são:

O Atenolol (Tenormin);
O Metoprolol (Toprol XL);
Nadolol (Corgard);
O Propranolol (Inderal);
O Timolol (Blocadren).
Os efeitos secundários dos beta-bloqueadores são:

A fadiga;
Enjoo;
Tonturas ao estar de pé;
A depressão;
Dificuldade para conciliar o sono.
– Os Bloqueadores dos canais de cálcio

Os bloqueadores dos canais de cálcio são drogas que também para a pressão arterial, o que causa a contração e a dilatação dos vasos sanguíneos, o que desempenha um papel importante no alívio da enxaqueca. Entre os medicamentos que estão disponíveis são:

O Diltiazem (Cardizem, Cartia XT, Dilacor, Tiazac);
Nimodipina (Nimotop);
Verapamil (Calan, Covera, Isoptin, Verelan).
Os efeitos adversos de bloqueadores dos canais do cálcio são:

A pressão arterial baixa
O aumento de peso;
Os tonturas;
A prisão de ventre.
– Antidepressivos

Os antidepressivos são capazes de afetar os níveis dos diferentes compostos químicos no cérebro, incluindo a memória.

Um aumento da serotonina, o que pode reduzir a inflamação e a restrição dos vasos sanguíneos, ajudando a aliviar as enxaquecas. Alguns antidepressivos são utilizados para o tratamento da enxaqueca são:

A Amitriptilina (Elavil, Endep);
A Fluoxetina (Prozac, Sarafem);
A Imipramina (Tofranil);
A Nortriptilina (Aventyl, Pamelor);
A Paroxetina (Paxil, Pexeva);
A Sertralina (Zoloft);
A Venlafaxina (Effexor).
Os efeitos colaterais dos antidepressivos, que incluem ganho de peso, diminuição da libido, entre outros.

– Para as convulsões

Qual o melhor analgésico para enxaqueca?Os Medicamentos se encarrega de convulsões causadas por epilepsia e outras doenças.

Eles, para aliviar os sintomas da enxaqueca acalmar os nervos, hiperativos no cérebro. Alguns dos medicamentos que incluem:

Divalproato de sódio (Depakote, Depakote ER);
A Gabapentina (Neurontin);
Levetiracetam (Keppra);
Pregabalina (Lyrica);
Tiagabina (Gabitril);
Topiramato (Topamax);
Ácido Valpróico (Depakene);
Zonisamida (Zonegran).
Os efeitos secundários dos medicamentos são:

Enjoo;
O vômito;
A diarreia;
O aumento de peso;
Sonolência.
Os tonturas;
A visão turva.
Os Suplementos

Qual o melhor analgésico para enxaqueca?Às vezes, os medicamentos para a enxaqueca, que funciona para uma pessoa que fornecem um pouco de alívio para a outra. A eles, eles podem inclusive chegar a sua enxaqueca ou algo pior.

É por isso que é tão importante trabalhar com o seu médico de família. Você pode ajudar na hora de desenvolver um plano de tratamento que realmente funciona para você.

Nenhuma vitamina ou uma combinação de vitaminas, e foi mostrado para ajudar a aliviar ou prevenir as enxaquecas nos de todos. Isto é em parte devido a que os triggers são únicos para cada indivíduo. Mesmo assim, alguns dos suplementos nutricionais foram testados para ajudar as pessoas.

– O extrato de manteiga

Qual o melhor analgésico para enxaqueca? Trata-se de uma erva que pode ajudar as pessoas a evitar as enxaquecas. Em um estudo publicado na revista Neurology descobriram que o extrato de manteiga (manteiga) é mais eficaz do que um placebo para a prevenção da enxaqueca dor de cabeça. Também é muito bem tolerado pelos participantes no estudo.

Qual o melhor analgésico para enxaqueca? Os participantes da pesquisa se tomaram 75 mg de extrato de manteiga de todos os dias, a dose que seria a mais adequada para a maioria das pessoas, de acordo com os cientistas envolvidos no estudo.

Foi observado que o extrato de manteiga que tem proporcionado o alívio de alguns de seus pacientes, mas as coisas não vão ajudar no que respeita aos agentes patogénicos.

– Riboflavina (Vitamina B2)

Também conhecida como vitamina B2, a riboflavina pode fazer isso cada vez menos frequentes e menos graves em algumas pessoas. É encontrado naturalmente em alimentos como:

A Carne,
Os ovos;
Leite.
Os Legumes verdes;
Os frutos secos;
Com Farinha Enriquecida.

E, como a maioria das outras vitaminas do grupo B, que também se encontra nos suplementos vitamínicos.

A riboflavina tem um papel fundamental no metabolismo celular, é o processo através do qual, os nossos corpos produzem a energia elétrica.

Qual o melhor analgésico para enxaqueca?Os estudos têm demonstrado que as pessoas com enxaqueca pode haver um erro no processo. Este problema pode ser responsável por dores de cabeça.

A riboflavina é considerado que provavelmente segura para a maioria das pessoas, mas pode deixar que a urina de cor laranja.

Para contribuir para a prevenção da enxaqueca, dor de cabeça, você deve ter mais de 400 mg de riboflavina por dia. Isso é muito mais do que aquilo que está localizado em um complexo multivitamínico. Não é tomado em excesso, pois pode causar problemas.

Se você está tomando antibióticos, especialmente os antibióticos tetraciclina, a riboflavina pode interagir com eles.

– Matricaria

Qual o melhor analgésico para enxaqueca?Esta planta, que se parece mais com uma “margarita”, que tem uma longa história no tratamento da febre, assim como para a dor, devido à inflamação.

As pesquisas também demonstraram que a matricária é possível que o tratamento e a prevenção da enxaqueca.

Nenhum dos estudos demonstrou que os efeitos secundários graves relacionados com o uso da planta.

Recomenda-Se começar com uma dose mais baixa, de cerca de 50 mg uma vez ao dia. Você pode tomar um par de meses para ver os resultados.

Não use a matricária, se você tomar um medicamento anticoagulante.

– O magnésio

De acordo com a Associação de Transtornos de Enxaqueca, a dose diária de magnésio podem ajudar a diminuir os sintomas da enxaqueca em 50%, para cerca de metade das pessoas que sofrem de enxaquecas. A dose típica é de 400 mg uma vez ao dia.

A investigação sobre a eficácia de magnésio para a prevención da enxaqueca foi publicado na revista Pain, Physician”. Os autores observaram que as crises de enxaqueca têm sido associadas com a deficiência de magnésio em algumas pessoas.

Qual o melhor analgésico para enxaqueca?O que encontraram foi que se dão de magnésio por via intravenosa (iv), pode ajudar a reduzir os ataques agudos de enxaqueca, e também informou que as doses orais de magnésio para reduzir a frequência e a intensidade das enxaquecas.

Na hora de procurar um suplemento de magnésio, tenha em conta que a quantidade que contém cada comprimido para tomar a dose recomendada de 400 mg uma vez ao dia. Se você observar fezes moles, depois de tomar esta dose pode levar menos.

Além disso, existe a possibilidade de obter o magnésio da dieta através do consumo de vegetais, escuro, como espinafre, cereais integrais e frutos secos.

O magnésio em excesso pode trazer efeitos colaterais, como:

Enjoo;
A campanha;
A diarreia.
Os suplementos de magnésio pode interferir com alguns medicamentos

– A Vitamina D

Qual o melhor analgésico para enxaqueca?Os pesquisadores ainda estão a partir da investigação da vitamina D que se pode trabalhar isso. Em um estudo publicado no Journal of Research in Medical Science, sugere que a administração de suplementos de vitamina D podem ajudar a reduzir a frequência das crises de enxaqueca.

Os participantes da pesquisa receberam 50% U. I. de vitamina D por semana. Pergunte ao seu médico a quantidade de vitamina D que se adapta ao seu corpo.

– Coenzima Q10

Qual o melhor analgésico para enxaqueca? Não há muita evidência de que a investigação científica sobre a eficácia e a coenzima Q10 para prevenir enxaquecas. No entanto, de acordo com a Associação de Transtornos de Enxaqueca, alguns estudos já sugeriram que a coenzima Q10 é a maneira mais efetiva de que os placebos para a redução da frequência das crises de enxaqueca.

Em um pequeno estudo, cerca de 30 pessoas, com um ataque de enxaqueca receberam a coenzima Q10. Mais de 60% deles sofreram uma queda de 50% no número de dias em que tiveram um ataque de enxaqueca.

A coenzima Q10 pode interagir com certos medicamentos ou suplementos. É importante que você consulte com seu médico antes de iniciar qualquer novo regime da vitamina c, coenzima Q10.

É assim, como a riboflavina, a coenzima Q10, também conhecido coQ10, que faz parte dos processos metabólicos. Os Alimentos como o fígado, cereais integrais e peixes gordos como o salmão, são uma das principais fontes de alimento desta vitamina.

CoQ10, que não tenha muitos efeitos colaterais, apesar de que você pode ter em seu estômago irritado ou a sensação de náusea. A dose típica é de 100 mg de coenzima Q10 no processo de tomada de corrente de até três vezes ao dia.

As doses superiores a 300 mg uma vez ao dia, que podem afetar seu fígado. E se você tomar um anticoagulante da varfarina, o uso da coQ10 pode fazer com que seja menos eficaz.

– A Melatonina

Qual o melhor analgésico para enxaqueca?A melatonina é um hormônio natural, que é similar à da indometacina, um fármaco anti-inflamatório é usado para o tratamento de dores, a dor e o toque.

Alguns estudos têm demonstrado que os pacientes com enxaqueca crônica, tem níveis muito baixos de melatonina.

Em um estudo, as pessoas que receberam 3 mg de melatonina nos 30 minutos antes de dormir, durante 3 meses. Mais do que 75% das pessoas, e o número de ataques de enxaqueca se reduz em pelo menos 67% do total. Em outro estudo comparou a melatonina com a amitriptilina (um medicamento que é utilizado na profilaxia da enxaqueca) e com o grupo placebo.

Os resultados deste estudo mostram que a melatonina é melhor do que o placebo na prevenção da enxaqueca dor de cabeça. Também houve menos efeitos colaterais para que o medicamento amitriptilina.

Qual o melhor analgésico para enxaqueca?A melatonina, em geral, funciona muito bem com o seu corpo, mas que também pode provocar sonolência diurna. Em casos muito raros, pode causar desconforto no abdômen e até nas pequenas crises de depressão.

Além disso, se você tomar um anticoagulante, um rim, ou medicamentos para a diabetes ou as pílulas anticoncepcionais, entre em contato com seu médico, já que pode haver uma interação com estes medicamentos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here