Porque cerveja da dor de cabeça?

Está lá, é um sintoma muito comum nos dias de hoje. Se não o fez, certamente conhece alguém que se dá a volta e se move, que está se queixando de uma dor de cabeça. Isso gera um impacto importante sobre a qualidade de vida e o funcionamento social, e pelo mesmo profissional da pessoa.

Mas, o que será o que provoca a dor?

Quais são os fatores desencadeantes mais importantes? O neurologista Carlos empresas de telecomunicações, que é formado e especializado pela Universidade de São Paulo, a maior parte das dores de cabeça crônicas, são determinadas por aspectos genéticos e para a prosperidade, por questões ambientais.

— Como é que ainda não é possível alterar o código genético, nos resta tentar mudar o estilo de vida dessas pessoas, afirma.

Há muitas causas, e os diferentes tipos de dor de cabeça. Os mais comuns são a dor, o tipo de tensão muscular (mais leve, estável e de difusão na cabeça) e a revolução da enxaqueca (o mais forte, o aleijão, lateralizada, pulsátil, com náuseas e frança, intolerância à luz e ao barulho.

É uma é a outra, um pouco mais de cuidado na rotina da vida que devem ser adotadas com o fim de reduzir a sua marcha.

No tratamento da cefaléia (dor de cabeça crônica, é um processo que nasce de um diagnóstico preciso, a compreensão do contexto de vida dos pacientes, o mapeamento dos sintomas (a voz da dor, alterações no estilo de vida e, no seu caso, a medicina preventiva, explica o neurologista.

Veja alguns dos hábitos que podem levar a dor em pessoas com enxaqueca e a cefaléia (dor de cabeça dor de cabeça.

• Falta de atividade física
Este é um erro comum dos que têm uma dor de cabeça frequentemente. Em numerosos estudos têm demonstrado que os benefícios da atividade física na redução da freqüência e intensidade das crises de dor de cabeça.

O ideal é que a atividade aeróbica, o que dá prazer à pessoa (seguida os gostos pessoais, e de forma constante.

Além do controle direto das dores, da atividade, da melhoria do sono, controle da ansiedade, o peso e a saúde em geral.

• A falta de sono

O que não é nada recomendável para o que tem lugar para a dor de cabeça. O ideal é manter uma certa regularidade no horário, o sono de forma constante, e durante um mínimo de seis e até 10 horas por noite, dependendo das necessidades individuais).

Quando for inevitável da falta, é fundamental para poder descansar muito antes que a noite em questão, e será dada a opção ao corpo a relaxar um pouco mais, na manhã do dia seguinte.

Outro dos problemas a quem tem mais dores de cabeça está dormindo, mas bem, para dormir, mas também a causa da dor. Portanto, a sugestão é que a regularidade dos mesmos.

• Ficar muito tempo sem comer

33Um erro clássico. As pessoas que estão no corre-corre, a solução dos problemas do dia-a-dia, e que se esqueça a essa medida, simples e muito, muito importante: no caso de alimentos, a intervalos regulares de tempo.

Quem tem enxaqueca ou dor de cabeça dor de cabeça, que pode dar lugar a uma crise desta privação de glicêmica.

O truque consiste em manter em pequenas quantidades, várias vezes ao dia. Evite ficar mais de quatro horas sem comer nada, é uma refeição, um lanche, uma fruta ou uma barra de cereais.

• Fonte de alimentação inadequada

Algumas das pessoas que são sensíveis a certos alimentos, que se manifesta por dor de cabeça, depois que este consumo. Os mais comuns, no caso da enxaqueca são: o chocolate, o leite, os queijos amarelos, embutidos, temperos e especiarias.

Podem conter substâncias que alterem a capacidade dos vasos sanguíneos na cabeça, precipitando uma crise (que são ricos em tiramina, a cafeína, sulfitos, nitratos, etc…).

O ideal é que ele esteja bem cuidado, só que além da dieta, se existe uma associação consistente. Esteja atento também aos produtos lácteos, com muitas pessoas que são intolerantes), fast-food e refrigerantes.

Para o caso de cada paciente, deve-se conhecer muito bem, e a fim de evitar as dietas padrão, sem a evidência da associação.

• O stress do dia-a-dia

Isso sim que é uma bomba relógio. A sobrecarga de trabalho, acúmulo de tarefas, a pressão emocional, tudo isso contribui para a elevação da taxa de episódios de dor de cabeça.

Como é impossível eliminar todos os fatores estressantes de nossa vida diária, o truque é tentar reduzir ao mínimo esses momentos, e o abuso das medidas para combater o stress (atividades de relaxamento, sociais e de lazer, a atividade física, as férias, etc…).

Porque cerveja da dor de cabeça

Porque cerveja da dor de cabeça?

• O Consumo de álcool

O consumo de álcool pode gerar dores de cabeça do tipo tensão, e agravar a enxaqueca.

Pode ser desde poucos minutos após o seu consumo (efeito vasodilatador e um neurotóxico do etanol), até que um dia, depois que o efeito da desidratação hangover).

Quem tem a propensão às crises de dor de cabeça, deve-se ter muita disciplina e cuidado no uso do álcool.

Porque cerveja da dor de cabeça?No caso específico de dor de cabeça, há uma sensibilidade maior do que a do vinho tinto, que, para além de que o álcool que contêm tiramina (uma substância, que altera os vasos sanguíneos).

• O Abuso de analgésicos

Consumir analgésicos provoca a maior das crises de dor. Parece paradoxal, mas é assim. O analgésico comum, que pode ser usado em caso de uma crise muito possíveis, o nó de um máximo de duas vezes por semana.

Acima disso, é considerado um abuso, já que nele se precipita a dor de cabeça de rebote.

O medicamento em excesso, faz com que em caso de crise e voltar com uma freqüência cada vez maior, e pode aparecer todos os dias.

Para evitar isso, é fundamental procurar a ajuda de especialistas e o início de um tratamento adequado e personalizado.

• As doenças descompensadas

Em uma série grande de doenças clínicas descompensadas, pode causar ou piorar os ataques de dor de cabeça.

Entre as mais importantes estão: a fibromialgia, problemas de coluna cervical, depressão, ansiedade, problemas de tiróide, dificuldade para conciliar o sono, disfunção da ATM, detecção, etc.).

Portanto, é fundamental para a manutenção da saúde, no dia, e ter em conta a diferença de outras doenças que podem estar associadas com a dor de cabeça.

Para isso, é importante que o acompanhamento de um médico, de forma regular e com uma abordagem clínico completo.

• Flutuação hormonal.
A queda do cabelo ou da elevação de os estrogênios são importantes desencadear dores de cabeça.

A montanha-russa hormonal em mulheres em idade fértil que passa se torna mais sensível às dores de cabeça. Portanto, que a enxaqueca é mais frequente em mulheres do que em homens.

O período de maior risco é o da pré-menstrual, onde o metabolismo diminui, mas que ocorre uma crise, durante ou mesmo depois da menstruação.

É fundamental certificar-se de que a dor de cabeça que tem este modelo e a comunicar ao seu obstetra e seu médico de confiança.

• A exposição ao sol excessiva

Com mais de um fator de provocação de dor e sofrimento. A exposição excessiva, seja pelo tempo, seja em sua intensidade, pode causar uma condição de desconforto leve, até os fortes ataques de enxaqueca.

O calor é um vasodilatador, e por outro lado, a exposição à luz intensa, e que pode precipitar uma crise.

Durante os meses de verão, é muito comum que haja um agravamento da crise, pelas viagens, a alteração do ritmo de sono e de alimentação, consumo excessivo de álcool e o aumento da exposicíon ao sol.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here