Parei de fumar como limpar o pulmão? No pulmão de um ex-fumante que se regenera? Conheça as etapas pelas quais o corpo passa a se libertar do tabaco

Não há o que discutir sobre isso: deixar de fumar é uma das melhores decisões que se pode tomar na promoção da saúde. Geralmente, todo o corpo se beneficia da abstinência do vício) e os pulmões, diretamente afetados por cada uma das cigarro aceso, que são os primeiros a cumprir a suspensão. Mas, após esta etapa é preciso tempo, muito tempo.

Parei de fumar como limpar o pulmão?

No pulmão, flexível, que começa a curar-se a si mesmo o consumo de cigarros em questão de dias. De acordo com a pesquisa, dentro de um par de horas em que se recebe o fumo e as toxinas, os pulmões e que é capaz de iniciar a recuperação.

Mas se regenera por completo após o fim do  consumo do tabaco? Isso depende do momento em que o consumo de tabaco e o grau das lesões que possa ter instalado no interior dos pulmões. Quanto mais tempo a pessoa é fumante, o pior, é claro.

O que acontece é que o hábito de fumar, ele fica bloqueado e, finalmente, se destrói uma parte da membrana mucosa dos pulmões, o que enfraquece o mecanismo de proteção natural e o aumento da probabilidade de infecção.

Os danos mais comuns são: o desenvolvimento de bronquite, bronquiolite e o enfisema pulmonar e o câncer.

A bronquite é a inflamação das vias aéreas principais, a bronquiolite, a inflamação das pequenas vias aéreas, o que melhora muito, assim que a pessoa a fumar, e podem ser totalmente inversa no intervalo de tempo entre dois e cinco anos de idade, após a cessação do consumo de tabaco.

“Agora, o enfisema pulmonar, que é a destruição dos alvéolos, que é irreversível”, explica o pneumologista Elnara Geral Negri, especialista no Hospital Sírio-Libanês, de São Paulo, no brasil.

Apesar de que os pulmões são danificados, a este nível, não se podem recuperar por completo, deixar de fumar é a melhor maneira de reduzir ainda mais a sua deterioração.

Parei de fumar como limpar o pulmão

Um alívio imediato

A ação de cigarros é o fator desencadeante é tão importante para o corpo, o que traz consigo a suspensão de benefícios rápidos, dois dias depois de deixar de fumar, já que o corpo está completamente livre da nicotina e o monóxido de carbono. E os nervos, que são os responsáveis pelo sentido do olfato e o gosto, se revivem, fazendo a comida, estar com mais sabor, por exemplo.

Pouco tempo depois, com as novas atualizações, em um estudo publicado há alguns anos na revista médica “Respirology”, os especialistas, já que viam os 15 dias depois de ter deixado o hábito de fumar, os cílios e os flagelos, recuperavam de suas funções. Isso explicaria, por exemplo, que, na maioria dos ex-fumantes disponíveis, para de tossir e de sentir de pigarro, já que, nos primeiros dias depois de deixar de fumar.

De uma a duas semanas depois de ter deixado o cigarro, o pulmão de um chato, já que se consegue reduzir o número de células produtoras de muco, o desbloqueio da via aérea e a regulação da quantidade de saliva produzida, o que, por pôr um exemplo.

Em torno dos três meses sem tabaco, no seio da face estão mais limpas, e a respiração é muito mais fácil. Isso, no entanto, trata-se de um momento crucial no processo, quando muitas das pessoas que param sem dúvida, e as outras que passam por a tentação de voltar atrás.

Para os mais resistentes à abrasão, que vai valer a pena: nos 12 meses antes de que o cigarro, o risco de sofrer uma doença cardíaca, já que reduz em grande medida. A outra boa notícia é que depois de 5 anos de idade, e aumenta a probabilidade de sofrer um acidente vascular cerebral, é tão pequeno que quando um não-fumante.

A má notícia? “Além de um enfisema pulmonar, sem voltar atrás, de que o cigarro eletrônico pode dar lugar ao aparecimento de um câncer de pulmão, bexiga, secura de boca, de esôfago, de estômago e de outros tipos, e até em 10 a 15 anos de idade, depois de que uma pessoa tenha parado de fumar”, diz Elnara.

Durante este período de tempo, mais de uma década depois do seu último cigarro, ou algo parecido, e é um ex-fumante volta a ter em saúde, em comparação com a da outra pessoa. Daí que a suspensão do tabaco, é o desafio que, pensando bem, não deveria ter sido necessário.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here