O jejum intermitente atualmente virou uma febre, com a mídia o divulgando muito ultimamente. Caso não sabia muito bem o que é Jejum Intermitente ou como fazer acesso nosso Guia.

Com a popularização do Jejum Intermitente muitas pessoas resolveram de uma hora para outra começar a fazer jejum, mas este se feita de forma errada pode causar problemas além de frustrações por não se alcançar os resultados esperados.

O Jejum intermitente deve ser encarada com uma mudança permanente no seu hábito alimentar e para conseguir resultados é preciso foco , objetivo definido e preparação começando por uma reeducação alimentar de preferência seguindo a lowcarb, acesse nosso guia lowcarb para saber como começar sua reeducação alimentar.

Após esta acostumado a uma alimentação saudável, com boas gorduras e  pouco carboidrato ai sim é um bom momento para começar com o jejum intermitente.

1- Quebra o jejum com alimentação rica em carboidratos e gorduras

Ao fazer um jejum de longa duração , muitos pensam que podem comer o que querem na quantidade que desejam, nas janelas de alimentação isso é um grande erro. Durante o jejum,  a insulina que é um hormônio que leva a energia ingerida para as células e assim gera potência para o trabalho está baixa.

Assim sendo , não é aconselhado ingerir altas doses de carboidratos simples ou até mesmo grandes volumes de comida. Comece  o pós jejum com poucos alimentos e de baixo índice glicêmico . Se possível associado a uma porção pequena de proteínas com rápida absorção.

1.1 Melhores alimentos para quebrar o jejum
Ovos;
Peixes,carnes, frango,frutos do mar;
Cogumelos;
Oleaginosas;
Frutas Vermelhas;
Limão;
Kiwi;
Brócolis;
Couver- flor;
Folhas verdes;
Berinjela;
Azeite de oliva, óleo de coco;
Pimenta, Temperos sem adição de corantes e conservantes;

 

2 – Não beber água suficiente

Quando o corpo está em jejum, inicia a quebrar componentes danificados e  desintoxica o corpo. Nesta etapa, é fundamental a ingestão de água para eliminar essas toxinas e para manter a hidratação corporal.  Quando a ingestão de água é negligenciada, pode-se até chegar ao estagio de desidratação.

Na verdade devemos beber mais água no período de jejum. A água nos mantem saciado nos ajudando a superar os os períodos sem ingestão de alimentos.

3 – Começar o jejum sem ter feito reeducação alimentar

O Jejum intermitente só irá trazer os efeitos desejados caso tenha feito uma reeducação alimentar, preferencialmente seguindo a lowcarb antes. De nada adianta ficar períodos em jejum e comer de forma inadequada nas janelas de alimentação.

4- Se empolgar e fazer jejuns com tempos maiores

É muito simples seguir o protocolo de 12 horas, com o tempo pode-se facilmente fazer 14 ou 16 horas de jejum. O risco ocorre justamente vem da adaptação do nosso corpo, começamos a conseguir a ficar 24 horas sem comer e depois não é raro encontrar que faça o protocolo de 36 horas ou mais de forma indiscriminada.

Muitos acha isso ótimo virá uma especie de competição, o que é péssimo veja bem por um curto espaço de tempo algo como 2 a 3 meses, muitos tem ótimos resultados  a barriga seca, a um alto nível de energia já que  o excesso de gordura esta sendo eliminado.

Mas não se esqueça o nosso corpo precisa de muitos nutrientes para funcionar bem, se a pessoa faz jejum de 24 horas seguidamente durante a semana, terá uma quantidade de refeições reduzidas, prejudicando e muito a obtenção de nutrientes que precisamos.

Esse quandro pode fazer  que o corpo comece a ficar desnutrido , problemas
na tireoide , queda de cabelo e muitos efeitos colaterais, em caso de optar por jejum de 24 horas não deve-se fazer mais de 2 vezes na semana.

Quando falamos em protocolos de 24 horas ou mais, o acompanhamento de profissional é muito recomentado, principalmente se tens dificuldades em entender que tipo de alimentação precisas nas janelas.

5 – Exageros nos fins de semana

Um dos maiores erros do iniciantes é achar que podem cometer qualquer tipo de excesso no fins de semana no que se refere a comida e bebida , acreditando que em seguida irá recuperar o tempo perdido.

Esse é um dos principais motivos para o fracasso na adoção do jejum intermitente.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here